O que são brincadeiras lúdicas e por que são importantes para a criança?

4 minutos para ler

As brincadeiras lúdicas são atividades estimulantes para o desenvolvimento infantil por meio da diversão e do prazer. E cada brincadeira ou jogo tem um fundamento e direcionamento, de acordo com a faixa etária. Além disso, o trabalho lúdico com as crianças podem ser feitos tanto na escola, quanto em casa.

Afinal, com essas brincadeiras, os responsáveis vão estreitar a união com os filhos e incentivar o amadurecimento, a segurança e o autoconhecimento. Se interessou pelo assunto? Continue a leitura para saber mais sobre esse tema.

A importância das brincadeiras lúdicas

Brincar faz parte de uma infância saudável, por isso é comum lembrar dos primeiros anos de vida como uma fase boa. Entretanto, é nesse período em que são formadas as características individuais e sociais de uma pessoa.

Por isso, as brincadeiras lúdicas são tão importantes, já que permitem a interação entre as pessoas. E vamos combinar: as crianças adoram as atividades que reúnem os pais ou os colegas! Sendo assim, é possível intervir em situações cotidianas e educativas e passar conhecimento, demonstrar emoções ou entendimento do mundo.

Como se vê, o lúdico tem um significado social, pois estimula às crianças a crescerem mais seguras e conscientes. E com as dinâmicas é possível criar cenários fictícios e trabalhar realidades, resolver problemas ou superar limitações, isso fortalece a individualidade da criança.

Porém, para cada idade existem brincadeiras ideias. É fundamental se atentar à este aspecto, já que os pequenos precisam de estímulos para que possam desenvolver melhor as suas habilidades cognitivas, emocionais, sociais e psicológicas. Veja:

  • de 0 a 2 anos: brincadeiras que estimulem o desenvolvimento motor e sentidos das crianças, como massinhas, jogar bolinhas, montar objetos;
  • de 3 a 4 anos: nessa idade a criança tem mais noção do contexto do ambiente, então já é possível estimular a imaginação. Por isso, brincar de faz de conta e narrar algumas histórias são boas ideias;
  • de 5 a 6 anos: é possível trabalhar mais o movimento e a interação interpessoal com jogos em campos, em mesa ou tabuleiros. Outras atividades em grupos também são interessantes;
  • a partir dos 7 anos: a criança gosta de mais desafios individuais ou em grupo, por isso priorize brincadeiras com diferentes níveis de dificuldade.

Algumas brincadeiras para fazer com os filhos

Para ajudar na organização das brincadeiras lúdicas com os filhos, listamos algumas opções para crianças de todas as idade.

  • massinha de modelar: é interessante usar massinhas de cores diferentes para estimular os detalhes da criatividade;
  • teatro com bichos de pelúcia ou fantoches: estimula a imaginação e as crianças podem interpretar vozes ou características dos personagens favoritos;
  • desenho e pintura com os dedos: podem usar o guache e alguns papéis para estimular o entendimento das formas;
  • abc de frutas: sortear letras para que a criança e mais pessoas citem frutas (ou outras coisa também) com a inicial da letra selecionada;
  • jogos de mímica ou adivinhação: sortear uma palavra para indicar uma ação, a criança deve fazer gestos ou expressões para que as demais pessoas adivinhem a palavra misteriosa.

Por fim, é importante lembrar que cada criança tem um tempo de desenvolvimento, mas as brincadeiras lúdicas podem contribuir para que elas cresçam mais saudáveis e conscientes.

Todas as atividades citadas neste post permitem a participação da família, inclusive de crianças com diferentes faixas etárias. Por isso, reúna os pequenos para algumas dinâmicas e quem sabe, criar algo juntos!

Agora você já sabe o quanto as brincadeiras lúdicas são importantes para o desenvolvimento dos seus filhos. Aproveite para ficar ainda mais informado sobre o tema e leia nosso conteúdo com 5 dicas para fazer arte em casa e estimular o lado artístico da criança.

Você também pode gostar

Deixe um comentário