Conheça as fases do desenvolvimento do bebê

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Uma comemoração a cada habilidade que o bebê domina, todos os pais passam por isso! As fases do desenvolvimento do bebê acontecem em etapas progressivas, que exigem paciência e acompanhamento dos pais.

Ao longo do tempo, a criança experimenta avanços que vão se sucedendo e se sobrepondo. Nessa evolução, antecipar etapas ou não estimular o bebê pode gerar conflitos.

A seguir, vamos explicar como se dá o desenvolvimento de um bebê nos seus primeiros meses, elucidando sobre como acontece a sua progressão física, emocional e intelectual. Entenda como acontece!

Primeiro mês

O bebê no primeiro mês mantém somente as aptidões físicas que lhe foram necessárias durante a gestação. Por isso, a visão é um dos sentidos menos desenvolvidos nesse início de vida. As suas retinas ainda não estão unidas, o que lhe dá uma imagem dupla de tudo e com baixa capacidade de foco.

Para ajudar a estimular a visão, vale a pena usar na cômoda do bebê cores coloridas e em contraste (preto e branco, por exemplo). A audição e o paladar, já são sentidos desenvolvidos no primeiro mês de vida.

O bebê pode chegar a mamar, em média, 10 vezes por dia e passa boa parte do seu tempo dormindo. Quando acordado, é normal que ele realize uma série de movimentos involuntários.

Segundo e terceiro mês

A partir do segundo mês, o desenvolvimento físico do bebê começa a ganhar destaque. Com um maior domínio sobre seus movimentos, ele já consegue levantar o queixo, colocar-se de bruços e inclinar o corpo para trás quando levantado. As suas retinas já estão unidas, o que lhe permite conseguir ver detalhes e reconhecer os pais.

No final do terceiro mês, é normal que o bebê comece a tentar ficar ereto sobre os seus pés, levantar a cabeça e abrir os braços. Isso acontece porque a coluna vai ficando mais rígida e estável. A criança começa a ter um maior desenvolvimento emocional, respondendo os pais com sons e diferentes entonações, como se estivesse em um diálogo.

O desenvolvimento intelectual ganha as noções de profundidade e textura, e a boca se torna o principal instrumento de exploração do mundo.

Entre quatro e seis meses

A partir do quarto mês, o bebê tem um controle bem maior de suas mãos, chegando a pegar os brinquedos ao seu redor. De bruços, ele deixa a sua cabeça equilibrada e começa a suspender o tórax. A criança nessa fase usa mais os membros para se locomover, fixando-se bem no chão para brincar e rolando para trás e para frente (o que exige um maior cuidado dos pais com os tombos).

Além do desenvolvimento físico, o emocional ganha novas habilidades. O bebê começa a reagir a diferentes entonações de voz de quem está ao seu redor e percebe que os sons são acompanhados das pessoas que falam. Ele não gosta de ficar solitário e sorri quando alguém o socorre.

Entre seis meses e um ano

O desenvolvimento motor do bebê (chegando ao seu primeiro ano de vida) lhe dá mais firmeza e equilíbrio sobre o próprio corpo já a partir dos seis meses. Com 8 ou 9 meses, a fase do engatinhar pode ser logo substituída pelos primeiros passos, sustentados pelos móveis ao redor do bebê. As mãos ganham mais precisão ao segurar as coisas e podem pegar pequenos alimentos e colocá-los na boca.

Quanto ao desenvolvimento emocional e intelectual, o bebê intensifica forte laço afetivo com uma figura materna, ganha uma maior consciência de si e passa a ter uma maior vontade de interação (por meio de movimentos, gestos e expressões), principalmente com outros bebês.

Vale lembrar que as brincadeiras podem ser fundamentais para o desenvolvimento do bebê. Isso acontece, porque, ao longo dos primeiros meses de vida, os estímulos mais brandos feitos com as brincadeiras ajudam os neurônios a realizarem mais sinapses. Portanto, tenha o cuidado de escolher os brinquedos dentro da faixa etária correta.

Se você gostou de conhecer as fases do desenvolvimento do bebê, continue a visita ao nosso blog e entenda como são as fases da criança.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário