Entenda de uma vez por todas por que o bebê precisa dormir de barriga para cima

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Junto com a maternidade, surgem diversas dúvidas sobre como cuidar do bebê da forma mais segura possível, garantindo seu desenvolvimento. Uma das maiores questões que existe e causa controvérsia até entre especialistas é se o bebê deve dormir de barriga pra cima ou não.

Essa dúvida é decorrente de dois problemas relacionados a óbitos que ocorrem entre bebês de até 6 meses: a síndrome da morte súbita infantil e o engasgamento por vômito.

Muitas mães acham que o bebê deve ser colocado de lado, para que, em caso de vômito por regurgitação da mamada, estejam com a cabeça na posição lateral e não engasguem. Porém, a recomendação é outra.

Quer saber mais sobre a posição ideal para o bebê dormir? Continue a leitura e confira.

O que os especialistas recomendam

Embora antigamente a recomendação era que os bebês dormissem virados de lado, atualmente, a maior parte dos pediatras recomenda que os bebês durmam de barriga para cima. 

Essa mudança na conduta ocorreu depois que pesquisas ao redor do mundo apontaram que, dormindo nessa posição, o risco de vir a óbito com diagnóstico de SMSI — Síndrome da morte súbita infantil  — diminui em 70%.

A Sociedade Brasileira de Pediatria também segue a mesma recomendação internacional, incentivando que os pais deixem os bebês dormindo de costas, tanto durante a noite quanto durante o dia. A posição ideal é com a barriga para cima e a cabecinha com uma leve inclinação para o lado.

Como acostumar o bebê a dormir de barriga pra cima

O ideal é que o bebê já se acostume a dormir nessa posição desde que nasce, assim, não precisará passar por um período de transição entre uma posição e outra. Mas existem muitos casos em que o bebê já está acostumado a dormir de bruços ou de lado, sendo necessário fazer uma adaptação.

Para esse processo de adaptação, enumeramos alguns itens a serem observados em uma rotina diária, até que o bebê se habitue à posição. São eles:

  1. Prepare o ambiente, deixando-o bem arejado, com pouca luz e livre de barulhos;
  2. Utilize um colchão plano e firme, elevando um pouco a cabeceira;
  3. O lençol que cobre o colchão deve estar bem afixado. Os que têm elástico para prender sob o colchão são os ideais;
  4. O berço tem que estar totalmente livre, sem qualquer tipo de objeto, nem kit berço;
  5. Deixe sempre os braços e o tronco do bebê soltos para que ele possa se movimentar livremente;
  6. Utilize saquinhos de dormir em vez de cobertas, pois deixam o bebê aquecido e permitem a movimentação dos braços e troncos por conta das aberturas na parte superior;
  7. Evite fazer ninhos com lençóis ou toalhas.

Muitas mães utilizam o bebê conforto para acostumar seus bebês nessa posição. Nesses casos, a utilização tem que ser por um curto período, passando aos poucos o bebê para dormir diretamente no berço, sempre tomando o cuidado de deixá-lo no bebê conforto por, no máximo, duas horas. 

Outros fatores ligados à morte súbita em bebês

Além dos fatores que listamos acima, existem outros riscos, também detectados em pesquisas, como o uso pela mãe de fumo durante a gravidez, colchões e travesseiros moles em excesso, dormir com pais ou irmãos na mesma cama e nascimento prematuro. 

Gostou das informações que trouxemos a respeito de o bebê dever ou não dormir de barriga pra cima? Então deixe seu comentário e vamos falar mais sobre o assunto!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário