Entenda como são as fases da criança

3 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Jean Piaget (1896 – 1980) foi um grande psicólogo que ficou conhecido por trabalhar com o desenvolvimento infantil e descrever as fases da criança. Existem algumas etapas que são um marco e divisor de águas que poderão acompanhar o seu filho para o resto da vida.

Sendo assim, é muito importante conhecer cada uma dessas fases de acordo com a idade, para que você possa acompanhar de perto o crescimento e as descobertas do seu pequeno.

Pensando nisso, preparamos este artigo para explicar quais são as fases da criança e as características de cada uma delas. Confira:

Sensório-motor (0 a 2 anos)

É nessa etapa que o seu filho descobre as sensações de cada movimento e começa a desenvolver a capacidade de coordenação motora. Com isso, você pode perceber que ele começará a imitar tudo o que vê, como os movimentos, linguagem de sinais e até mesmo usando o choro e o grito na forma de comunicação.

Além disso, a criança terá a percepção do que cada movimentação resulta — se ela atira um brinquedo ou jogo no chão, por exemplo.

Pré-operatório (2 a 7 anos)

Nessa segunda etapa tem início o desenvolvimento do egocentrismo. Ou seja, embora num estágio mais brando, as crianças nessa fase já conseguem pensar e agir de acordo com as pequenas experiências que elas já tiveram.

Você poderá identificar essa fase facilmente com as famosas birras, atitudes egoístas em casa e na escola. Além disso, o seu filho começará a perguntar o porquê de tudo.

Operacional concreto (8 a 12 anos)

Na terceira fase descrita por Jean Piaget, o seu filho já tem a capacidade de solucionar problemas e de criar diversas saídas por meio da lógica. No entanto, essa prática só funcionará com problemas matemáticos e brinquedos geométricos, ou seja, questões concretas.

Para casos e situações mais abstratos, ele ainda não é capaz de criar soluções. Portanto, nessa fase é muito importante que você o apresente a algumas regras sociais e questões de reciprocidade, para que comece a perceber o senso de justiça e convivência em sociedade.

Operacional (a partir dos 12 anos)

Aqui, já estão completos o senso lógico e o de raciocínio. Sendo assim, o chamado pré-adolescente já consegue resolver problemas abstratos (com o levantamento de hipóteses), desenvolver certo nível de independência e criar possibilidades.

Contudo, é uma das fases mais conturbadas, pois nela começam o receio de não ser aceito pelos amigos e grupos, o medo da rejeição, e as tentativas de se encaixar e de esconder as características que o diferenciam das outras crianças. É também nesse período que se inicia a busca por mais respeito dos adultos e por mais liberdade.

De acordo com Piaget, cada uma dessas etapas é influenciada pelo ambiente e por estímulos que a criança recebe. Então, é interessante que ela tenha certa “liberdade” e autonomia para descobrir algumas sensações e movimentos, mas, ao mesmo tempo, você deve acompanhar e supervisionar de perto todos esses passos.

As fases da criança são determinadas de acordo com características específicas, descobrimentos e desenvolvimento das capacidades do seu filho. E cada experiência vivida nessas etapas faz grande diferença na vida adulta.

Agora que aprendeu sobre as fases do seu filho, confira quais são as melhores opções de brinquedos educativos para estimular o aprendizado da criança.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário