Sentindo dor na hora da amamentação? Saiba como solucionar com 4 dicas.

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Durante a gestação, é comum as mamães sonharem em pegar o bebê no colo e amamentá-lo. Isso porque a amamentação é sim um belo gesto de amor. Mas para muitas delas, após dar a luz, esse se torna um momento de dor e desconforto. Algumas chegam a desistir de alimentar o bebê com o leite materno.

Se esse for o seu caso, aproveite o conteúdo que elaboramos para as mães que têm dores na amamentação. Trouxemos aqui orientações importantes que vão ajudar a aliviar o desconforto e a não abandonar esse momento único seu e do bebê.

Aproveite!

Desconforto no início da amamentação

É importante deixar claro que no começo do processo de amamentação, logo nos primeiros dias de vida do recém-nascido, é comum sentir um pouco de desconforto. O bebê está aprendendo a sugar o leite, e a mamãe entendendo como oferecer esse alimento.

Mas isso passa em poucos dias. O que não deve ocorrer é um desconforto que cause dor e se estenda por um período maior. Para que isso não aconteça, é fundamental preparar o seio para o momento da sucção. E é sobre isso que vamos falar agora.

Preparação para a sucção

As principais causas de dores na amamentação são as fissuras no peito. No entanto, elas podem ser evitadas com a preparação do seio, que deve começar no período da gravidez.

Atitudes simples podem fazer muita diferença para preparar o bico do peito, deixando-o pronto para a sucção. Confira!

1. Banho de sol

Reserve uns minutos do dia, de preferência no início da manhã, para tomar sol nos seios. Cerca de 15 minutos por dia de sol nas mamas é suficiente.

2. Bucha vegetal

Durante o banho, passe uma bucha vegetal no peito, ou simplesmente a toalha de banho. Sem machucar, mas causando um certo atrito, esfregue a região do bico. Isso vai ajudar a “engrossar” o local para que o bico fique resistente. Isso facilitará o processo de sucção.

3. Hidratação

Outro passo importante é a hidratação da pele dos seios. Capriche na aplicação de lanolina, que tem uma ação poderosa na preparação da mama e na cicatrização de fissuras.

4. Conchas de amamentação

As conchas de amamentação também são muito úteis para ajudar a formar o bico. Em algumas mulheres, o bico do peito é menos proeminente, e as conchas contribuem para deixá-lo mais pontudo, facilitando o encaixe na boca do bebê.

Exemplo de conchas para seios:
-Conchas Para Seios Natural Feeling – Chicco

As conchas para seio facilitam a amamentação, recolhendo as perdas de leite.
Além disso, reduzem a congestão mamária e estimulam a extensão dos mamilos invertidos.

concha para seios natural chicco
Clique aqui para acessar, em nosso site.

Motivos das dores na amamentação

Mesmo com a mama bem preparada para receber o bebê, há outros fatores que levam as mães a terem dores na amamentação. A pega errada, a produção excessiva de leite e o sutiã inadequado são alguns deles.

Como amamentar

A dica é mudar a forma como a criança abocanha o peito. Se o bebê pega apenas o mamilo, ele não consegue sugar com precisão o leite. Dessa forma, o bico fica dolorido e o bebê não se satisfaz.

O ideal é que a boca do bebê esteja bem aberta, acompanhando a aréola do seio. Os lábios devem ficar virados para fora, de modo que não entre ar durante a sucção. O queixo e o nariz do bebê devem ficar apoiados no seio da mamãe. Aos poucos, o bebê vai sugar de forma bem ritmada. É possível até ouvir a criança engolindo regularmente.

Ao amamentar, evite ao máximo deixar o neném adormecer com o bico do peito na boca. A umidade excessiva pode favorecer o aparecimento de fissuras.

Além dessas orientações, aqui vai uma lista com mais 4 dicas para o período do aleitamento materno:

  • lavar os seios com água morna;
  • secar bem os mamilos;
  • massagear os mamilos com o próprio leite;
  • usar almofadas de amamentação para dar conforto.

Seguindo essas orientações, certamente você conseguirá evitar as temidas dores na amamentação e desfrutar desse momento com toda alegria e conforto que mãe e bebê precisam e merecem. Lembre-se sempre de conversar com seu ginecologista e recorrer à mamadeira em caso de necessidade.

Aproveite agora para acessar outro conteúdo do nosso blog sobre um tema que, assim como as dores da amamentação, tiram o sono de toda mãe: as cólicas no bebê.

Boa leitura!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário