Tarefa para crianças: como e por que envolver os pequenos?

4 minutos para ler

 

Você incentiva seu filho a ajudar nos afazeres domésticos? Dar tarefa para crianças contribui para o desenvolvimento delas em diversos aspectos.

Noções de responsabilidade e organização são alguns dos muitos benefícios que esse tipo de atividade proporciona. Além de ajudar no desenvolvimento da autonomia, da coordenação motora e favorecer a autoestima.

Quer saber mais sobre como e por que envolver seu filho nas tarefas domésticas? Continue lendo este texto.

Conheça os principais benefícios de dar tarefas para crianças

Envolver os filhos nas tarefas domésticas pode parecer estranho aos olhos de muitos, mas as crianças adoram imitar os adultos e sentem-se muito satisfeitas em ajudar. Os pequenos se interessam pelos afazeres dos pais e, independentemente da idade, são capazes de realizar tarefas do lar e ainda aprenderem com isso.

Ao delegar funções e pequenas responsabilidades para o seu filho, você contribui com o desenvolvimento de sua autonomia, fazendo com que ele se sinta capaz e útil. A tarefa deve ser compatível com a idade da criança, caso contrário ela pode se frustrar ao não conseguir realizar algo que está além das suas capacidades.

Atividades como varrer, lavar ou dobrar roupas, desenvolvem a coordenação motora. Além disso, a criança começa a se dar conta de que precisa cuidar bem da casa para que ela esteja sempre arrumada e aconchegante.

Use essas dicas para envolver as crianças nas tarefas domésticas

Muitos pais sentem-se perdidos e não sabem como envolver seus filhos nas tarefas de casa. Pensando nisso listamos  cinco dicas para ajudar você, confira:

1. Não force a criança

Em primeiro lugar, é muito importante não forçar a criança a nada. Para que ela se envolva, é preciso que o convite seja feito de forma leve e lúdica. As crianças aprendem naturalmente, não sendo necessário explicar para elas o que estão desenvolvendo em cada atividade.

2. Ajude na tarefa

As crianças adoram ajudar seus pais. Nunca peça a elas que façam as tarefas como uma forma de castigo, pois isso faz com que ela associe a atividade a algo ruim e negativo. Ajude-a sempre para que ela consiga terminar o que começou e possa se sentir segura e capaz.

3. Dê espaço 

Com o tempo você vai perceber que as crianças se tornam mais autônomas para realizar as tarefas domésticas. Portanto, não se assuste se seu filho tomar a iniciativa de fazer algo sozinho e dê liberdade para ele, sempre com a sua supervisão atenta e prontidão em ajudá-lo se for preciso. Dessa forma, as crianças introjetam noções de responsabilidade, pois cuidar da casa é tarefa de todos.

4. Tenha paciência

É provável que algumas tarefas não fiquem tão bem-feitas e esse nem é o objetivo. É muito mais importante estimular o seu filho a ajudar do que exigir que ele faça tudo perfeito. Por isso, seja paciente e elogie cada tarefa feita.

5. Valorize o esforço

Mais do que valorizar o resultado, valorize o esforço. Quando a criança percebe que valeu a pena se esforçar e conseguir chegar a um objetivo, ela leva isso para a vida.

Distribua as tarefas de acordo com as faixas etárias

É muito importante conhecer cada fase da criança, para escolher as tarefas mais indicadas de acordo com o estágio do desenvolvimento. Confira algumas sugestões para inspirar:

  • 2 a 3 anos: guardar seus brinquedos, comer sozinho, regar plantas;

  • 4 a 5 anos: alimentar os pets, colocar a mesa, ajudar a secar louça;

  • 6 a 7 anos: recolher lixo, descascar batatas e cenouras;

  • 8 a 9 anos: lavar louça e roupas, estender e dobrar roupas, levar o cachorro para passear;

  • 10 a 11 anos: lavar banheiro, arrumar a cama, ajudar a limpar a cozinha;

  • 12 anos: limpar vidros e janelas, ajudar na cozinhar, fazer pequenas compras, cuidar dos irmãos.

Dar tarefa para crianças de acordo com sua idade desenvolve muitas habilidades, como podemos ver. Ajudar nos afazeres da casa faz com que seu filho se sinta capaz de fazer coisas sozinho, ajudando-o a se tornar uma pessoa segura e autoconfiante. 

Se quiser saber mais dicas como essa, assine a nossa newsletter e receba dicas incríveis para a educação do seu filho!

Você também pode gostar

Deixe um comentário